Como Cuidar de Orquídeas?
5 (100%) 1 vote

Aprenda agora como cuidar de orquídeas dos mais diversos tipos. Dicas para desenvolver as próprias plantas florais ou a quem deseja cultivar e vender.

Cuidados com as orquídeas

Melhores dicas para cuidar de orquídeas

Quem não conhece informações sobre como cuidar de orquídeas pensa que realizar os cuidados é um bicho de sete cabeças.

Já imaginou como seria custoso em tempo ou dinheiro se matricular no curso de biologia botânica apenas para aprender a trabalhar com orquídeas?

Independentemente da sua idade de vida, seja uma pessoa jovem em busca de um passatempo ou alguém já na idade avançada, hoje existem até cursos online sobre orquídeas capazes de facilitar o processo da aprendizagem no conforto de casa.

Ao acompanhar os textos e as dicas presentes no site você aprende todos os mistérios de como cuidar de flores exóticas, cuja beleza estética junto ao aroma delicado é capaz de alegrar o dia-a-dia.

Atenção! Não deixe de ler todo o conteúdo, pois separamos uma super dica para você no final deste artigo.

Independência no Jardim

Criar as próprias orquídeas da maneira correta

Parar de pagar caro nas lojas – produzir as próprias orquídeas.

Já cansou de pagar preços absurdos nas orquídeas à venda em lojas especializadas ou barraquinhas da beira de estrada? Então, aprenda como cultivar você mesmo (a).

Você vai se impressionar ao notar como é fácil, rápido e econômico desenvolver a planta em vasos ou na própria estufa, o que pode dar margem para um bom negócio.

Veja abaixo 8 dicas profissionais sobre o assunto. Siga as indicações e se torne mais uma pessoa especialista em floricultura de orquídea.

1: Produtos Naturais em Criações de Orquídeas

Conforme especialistas em como cuidar de orquídeas é preciso optar mais por produtos naturais do que soluções químicas para otimizar um saudável crescimento das flores.

Aparentemente pode ser mais caro e trabalhoso usar apenas produtos naturais. Mas, este é um pensamento equivocado.

Canela e coco - salvando as orquídeas

Alguns produtos naturais para as plantas.

Por exemplo: Simplesmente use ingredientes como sabão de coco ou canela em pó, duas opções que se encaixam na lista de opções ao natural.

Diariamente tenha olhos atentos aos comportamentos e em toda estrutura da planta.

Se existir algo errado é sinal de que a espécie não responde ao estimulante natural, o que requer a troca por outras opções de adubos.

2: A Escolha dos Vasos no Caminho de Como Cuidar de Orquídeas

Escolha dos Vasos corretos

Imagem: Alguns tipos de vasos

Independente da planta ou flor é fundamental saber escolher a forma de vaso correto, do contrário o trabalho gasto nos cuidados pode ser à toa.

Ninguém quer trabalhar por nada, certo? Então, faça as escolhas corretas desde o início.

Se você vai plantar a orquídea na terra do próprio terreno, como em um sítio ou uma fazenda, então pode pular para a dica 3 sobre cuidados com orquídeas.

Qual tipo de vaso para orquídeas se deve escolher: composições de plástico ou barro?

Muitas pessoas desenvolvem a planta nos potes de plástico porque é mais barato.

Mas, nestes casos, há um ditado popular válido: “O barato pode sair caro no final das contas”.

Não tenha dúvidas, as escolhas ideais na opinião dos especialistas são os vasos de barro.

Cientistas botânicos estudiosos na área de como cuidar de orquídea atestam que barro é viável por possuir um pouco mais de poder ao drenar a água efetivamente, além da porosidade superior na comparação ao plástico.

Se não existir outro jeito e haver apenas vasos de plásticos disponíveis, pelo menos observe com um pouco de atenção adicional às regas, que não devem ser encharcadas em excesso para nunca arriscar a vitalidade do desenvolvimento das plantas.

3: A Troca dos Vasos

Troca dos Vasos

Trocando de vasos.

A partir da hora que as plantas começam com crescimento existe uma necessidade fundamental de realizar a substituição dos vasos, adequando melhor as raízes, a base e demais estruturas da orquídea.

Também é importante procurar sempre lançar os olhos na base da orquídea e comparar com relação à borda do vaso.

Se a base da planta estiver muito próxima à boca do vaso, em uma distância média de um dedo, aproximadamente, então existe a necessidade de trocar o quanto antes para a orquídea não se sentir pressionada ao ponto de morrer pela falta de espaço.

4: Substituir o Vaso Sem Matar a Orquídea

Trocando de vaso sem matar a orquídea

Como Substituir o Vaso Sem Matar a Orquídea

Uma das etapas que requer mais cuidado é a troca dos vasos.

Ao fazer esta substituição dos vasos de orquídeas vale a pena usar musgo ou chips de fibras de coco, duas soluções naturais capazes de fornecer mais força à planta.

Atenção: Antes de acrescentar musgo se recomenda lavar usando água fria com objetivo de retirar a areia ou outros detritos não saudáveis para a orquídea.

Ao trocar o vaso procure reparar para saber em qual dos lados existem os brotos mais jovens – a parte frontal da espécie.

Após você encontrar a frente use o lado posterior encostado em uma das regiões do novo vaso de orquídea – desta forma existem mais garantias de não atrapalhar no desenvolvimento da planta.

5: O Momento do Corte

Como podar orquídeas

Podando a orquídea com a tesoura de corte.

Procure esterilizar ao máximo a tesoura de poda, o que pode ser feito via fogão ou maçarico rapidamente.

Evite realizar a esterilização com produtos químicos que podem degradar as orquídeas.

Espere esfriar um pouco antes de usar a tesoura para cortar orquídeas.

Importante: Novamente esterilize antes de realizar o procedimento em novas espécies para evitar a transmissão de fungos ou de outras fontes de doenças de plantas.

Após realizar o corte de uma folha coloque um pouco de canela em pó no exato ponto que a planta foi cortada – cicatrizante natural.

6: Folhas Manchadas na Orquídea

Folhas das orquídeas com manchas

Folhas manchadas

Existem diversas explicações naturais e orgânicas que explicam o surgimento das manchas nas folhas de orquídeas.

Se este problema acontecer na sua planta é recomendável usar fumo de corda como um tratamento eficaz.

Realize os seguintes procedimentos: Ferver o fumo junto com água por 60 minutos. Após esfriar um pouco use a solução líquida para borrifar por 8 vezes, repetidamente.

Utilize uma escova para esfregar as folhas ligeiramente.

Dica extra: Utilize sabão de coco para eliminar pulgões ou cochonilhas das orquídeas.

Não esqueça de se ater às cores das folhagens da planta. Caso estejam em um tom mais escuro é recomendável mudar a orquídea de lugar.

Uma regra de ouro: A flor se desenvolve com vigor superior a partir do momento em que há mais contato junto à luz.

7: Informação Faz Parte do Negócio

Orquídea com etiqueta

Organização – Orquídea etiquetada

Coloque pequenas etiquetas nos vasos das orquídeas com o nome da espécie, dados sobre as últimas florações, entre outras informações.

Desta forma é mais fácil até mesmo usar a quantidade certa de fósforo para estimular o crescimento saudável.

8: Revelando os segredos! Curso Online de Orquídeas

Curso Online de Orquídeas - Professor Alberto

Especialista em orquídeas revela os segredos.

Já pensou em fazer um curso grátis com lições ilustrativas que demonstram o passo a passo de como cuidar de orquídeas?

Tudo com uma linguagem acessível, simples de entender até por quem não conhece nada sobre cultivo de plantas ou flores? Ainda por cima elaborado por um especialista em orquídeas há décadas?

Professor Alberto ensina como cuidar de orquídeas da forma correta

Ainda não conhece o Professor Alberto? Ele é um dos maiores especialistas em orquídeas do Brasil. Veja algumas dicas interessantes que ele separou:

Baixe agora o curso online para cultivar orquídeas dos mais diferentes tipos, com cores exuberantes e formas delicadas capazes de enobrecer qualquer ambiente natural ou da decoração de interiores.

É como se o Professor Alberto pegasse nas mãos dos (as) alunos (as) e ensinasse com máxima atenção tudo aquilo necessário para qualquer pessoa virar especialista em cultivo de orquídea.

Além de ser uma chance de ouro para ter o jardim mais belo do seu bairro, você ainda aprende a produzir plantas ao ponto de criar sua própria floricultura e ganhar dinheiro.